Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Blog da Dy

Sou uma apaixonada pela vida, pela escrita, pela comunicação, pela educação!! Apaixonada por tudo o que me faz sentir viva e feliz! Apaixonada por ti! Neste blogue quero partilhar experiências, desejos, vontades...

Sou uma apaixonada pela vida, pela escrita, pela comunicação, pela educação!! Apaixonada por tudo o que me faz sentir viva e feliz! Apaixonada por ti! Neste blogue quero partilhar experiências, desejos, vontades...

Blog da Dy

29
Abr17

Skyr: moda saudável ou estratégia de marketing?

Dy

Pois é...chegaram ao LIDL, os skyr, e esgotaram , na hora, como se se tratassem de um bem raro. Desde o seu aparecimento que a saga aos iogurtes islandeses tem ultrapassado o stock. Nas páginas de fitness são inúmeros os comentários acerca dos benefícios dos skyr, da quantidade proteica e redução em gordura e calorias..enfim...um produto bastante em conta que se tornou no milagre do mundo fitness e arredores. Eu própria experimentei todos os aromas e gostei deles, contudo acho que são pesados de mais, sinto-me enfartada e continuo a preferir o qwark. O que me choca é a corrida desenfreada ao produto é a falta de respeito dos consumidores que passam por cima de tudo e todos e carregam paletes e paletes nos carrinhos.Das duas uma, ou irão ter uma valente dor de barriga, ou deixar estragar grande parte, enfim...uma realidade que me ultrapassa, a meu ver uma utilização comedida serve todos.

Resultado de imagem para skyr

Depois de muito se especular acerca deste produto, de surgirem mensagens nas prateleiras do hipermercado a lamentar a falta de stock(algo que nunca vi), lá voltaram a aparecer os bens preciosos do Lidl, o interessante é que eram colocadas pouquíssimas paletes de iogurtes que realmente esgotavam em segundos, hoje em dia, começando, o consumidor, a optar pelo qwark, lá apareceram quilos de paletes de skyr, coincidência ou puro marketing?

Um artigo muito interessante do público,escrito pelo Miguel Esteves Cardoso alerta-nos para esta realidade dúbia. Parece que a saga dos skyr não passou de uma estratégia de marketing muito bem montada para se vender um produto que, na opinião do jornalista, não passa de um queijo farinhento e de sabor desagradável.

Afinal o fruto proibido é o mais apetecido terá acontecido isto para se chamar à atenção para a moda do skyr? Será que o marketing foi longe ao ponto de vendar os olhos do consumidor fazendo-o acreditar que o skyr é tão bom que se, não comprado logo, acaba?

Uma questão em aberto que não deixa de ser pertinente :) Eu, seja como for, vou continuar a consumir de vez em quando.

 

Artigo do públicohttps://www.publico.pt/2017/04/27/opiniao/noticia/skyr-e-queijo-1770108

2 comentários

Comentar post