Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Blog da Dy

Sou uma apaixonada pela vida, pela escrita, pela comunicação, pela educação!! Apaixonada por tudo o que me faz sentir viva e feliz! Apaixonada por ti! Neste blogue quero partilhar experiências, desejos, vontades...

Sou uma apaixonada pela vida, pela escrita, pela comunicação, pela educação!! Apaixonada por tudo o que me faz sentir viva e feliz! Apaixonada por ti! Neste blogue quero partilhar experiências, desejos, vontades...

Blog da Dy

24
Mar17

De volta às origens...

Dy

Sou uma apaixonada por História.Gosto de saber como tudo começou e acredito mesmo que, muitas coisas que estamos a enfrentar agora já foram vividas pelos nossos antepassados. Gosto de perceber como o Homem deu os primeiros passos, como começou a comunicar, como foi estabelecendo relações sociais e convivendo.

Acredito que a gastronomia é a chave da socialização, isto é, o momento da partilha da refeição, almoço, jantar ou um simples lanche, ajuda-nos a ter consciência do outro, a conviver, a contactar.A gastronomia conta a história de um povo.

Desde o paleolítico que o Homem  convive, foi na Idade da pedra que foram emitidas as primeiras palavras com a consciência que fazia sentido comunicar. Desde este período o Homem tem crescido em vários campos.Mas o principal motivo para estar a escrever sobre o passado é exatamente o presente, ou seja, a nova=velha alimentação que tem vindo a ganhar peso "A dieta do paleolítico" ainda não investiguei muito sobre o tema, contudo tive acesso a um plano alimentar de quatro semanas, num site que se dirige a esta temática.

No mesmo podemos ainda encontrar variadíssimas receitas. A ideia é comer de forma semelhante aos nossos ante passados, os alimentos no seu estado mais puro, como os cereais e frutos. A carne e peixe são permitidos sem restrições, e até mesmo os enchidos, o que não podemos comer são mesmo alimentos com glúten e devemos evitar a lactose.Para fugir a estas restrições são dadas alternativas como o pão de banana, ou a tarde de maçã. A ementa é muito apetecível e com a vantagem, o almoço é igual ao jantar para facilitar a vida de quem leva marmita para o trabalho. Vou aproveitar o fim-de-semana e pôr umas receitas em prática :)

 

Para terem acesso ao plano+ receitas acessem o site:http://receitaspaleo.pt/plano-alimentar-30-dias/

Bom fim da semana :) (sexta já com pé no sábado) 

23
Mar17

O que fazer no fim-de-semana?

Dy

O fim-de-semana aproxima-se, os dois dias mágicos da semana (para quem tem), e as dúvidas sobre o que fazer persistem. Passamos a semana a pensar no tão esperado fim-de-semana, e queremos que as 48 horas se transformem no dobro para conseguirmos dar conta do recado. Visitar todos os locais, que vamos guardando nos favoritos, mas que acabamos por nos esquecer de visitar...ir ao shopping...ir ao jardim...praia...enfim damos por nós e já é domingo à noite.

A minha sugestão para este domingo é o Brunch no espaço Friendly Flamingo.Visualizei o artigo no NIT e fiquei curiosa.

Um novo café saudável em Campo de Ourique que oferece, todos os dias bolos diferentes como o de limão, courgette e banana e chocolate sem glúten, saladas e quiches saudáveis, húmus entre outras opções. Além da oferta variada serve ainda brunches deliciosos a partir das 10 horas. Para além dos brunches de domingo este espaço oferece saladas e refeições ligeiras bem como gins ou taças de vinho ao fim do dia.

Para os mais gulosos há opções menos amigas das dietas como wafles com bolas de gelado e topping de nutela.

O espaço encerra às segundas, mas para animar os finais de semana, todas as sextas e sábados há música ao vivo a partir das 19 horas com um artista convidado.

Tentador....

22
Mar17

Peixes enlatados e a saúde!

Dy

Numa altura em que se fala, constantemente, em estilos de vida saudáveis, exercício físico e cuidados com o corpo, como se de uma moda se tratasse, é importante refletir acerca dos alimentos, mais concretamente, do tipo de peixe que estamos a ingerir.

A captura do atum e a sardinha remonta aos nossos antepassados. Mais concretamente durante o século XIX. Num país costeiro, como o nosso desde cedo se começou a capturar atum e sardinha e a conservá-los em sal, de modo a que este pudesse ser consumido em invernos rigorosos quando o alimento escasseava.

Hoje em dia, este tipo de peixe conservado em sal e enlatado como a sardinha e o atum são  uma alternativa, muitas vezes, utilizada quando queremos uma refeição prática, rápida e, pensamos nós, saudável. A questão começa com o tipo de atum que escolhemos, sendo que o conservado em óleo tem mais gordura e consequentemente, menos saudável.Há como alternativa o atum em azeite ou ainda (o mais procurado pelo índice calórico reduzido) em água. O problema, com o qual me deparo quando como o atum em água é o facto deste ser conservado em sal, o que aumenta a retenção de líquidos e faz-me inchar. Não sei se sentem o mesmo.

Ao encontro das minhas dúvidas encontrei um artigo no "Diário de uma dietista" que explica tudo o que devemos saber acerca deste tipo de alimentos.Com questões pertinentes:

O que têm de bom para a saúde?

O atum e a sardinha, as principais conservas, são de uma enorme riqueza nutricional. Neles se destaca:

  • O seu teor em ómega-3: gordura essencialpolinsaturada
    • Protege o coração, pois diminui o mau colesterol LDL e aumenta o bom HDL
    • Reduz o risco de doença cardiovascular pelo decréscimo dos triglicéridos, da agregação plaquetária e da pressão arterial;
    • Reduz do risco de formação de coágulos e de acidentes vasculares cerebrais (AVC);
    • Protege contra certos tipos de cancro como o cancro da mama, cólon e próstata;
    • Tem efeito terapêutico em doenças auto-imunes incluindo lúpus, artrite e  doenças renais;
    • Estimula o desenvolvimento do cérebro, da concentração e capacidade cognitiva em crianças;
    • Contribui para o  desenvolvimento adequado da retina e para uma visão saudável;
    • Tem um feito terapêutico sobre a depressão;
    • Reduz os sintomas de doenças inflamatórias associadas à pele como acne e psoríase.
  • Contém proteínas de alto valor biológico, essenciais na formação da estrutura celular, de hormonas e do metabolismo no geral.
  • Vitaminas A,D e complexoB3,B6 eB12:
    • Indispensáveis para a formação do sangue;
    • Asseguram a manutenção do sistema nervoso;
    • Essenciais à pele e à visão.
  • Sais minerais (cálcio, ferro, fósforo, zinco e magnésio)
    • Essenciais para a saúde óssea e muscular;
    • Previnem a anemia;
    • Promovem o equilíbrio hormonal, da testosterona e das hormonas da paratiróide.

    As conservas são todas iguais?

   Não. Existem vários líquidos de conserva, são exemplos, em água e sal, em azeite, em óleo vegetal, em tomate picante, em caldeira, em alho, em escabeche, etc. 

Comparação:

As sardinhas e o atum em azeite ou em óleo têm um valor calórico mais elevado, devido ao seu teor de gordura, das quais se destacam as polinsaturadas ómega-3. Também a sardinha em tomate simples e picante contém adição de óleo.
Note-se que estas informações nutricionais não são representativas do mercado, pois detetou-se muita variabilidade entre marcas, dependendo da proporção entre peixe e líquido de conserva. Também os valores de sal adicionado são muito variáveis de marca para marca.

RECOMENDAÇÃO: Opte por atum ao natural, escorrendo o líquido, se pretender retirar algum sal então passe por água e tempere ao natural com o seu azeite, limão, vinagre de frutos, ervas, etc.
Caso não tenha disponível a conserva ao natural, escorra bem o líquido das restantes opções.

Dicas a conservar na loja e em casa

  • Na loja, e antes de abrir, certifique-se de que a lata de atum não está abaulada, amolgada, furada ou com manchas estranhas.
  • Não compre produtos expostos ao sol ou em locais húmidos.
  • Após abrir, certifique-se de que o atum tem o aspeto, cheiro e sabor caraterísticos.
  • Se não consumir todo o conteúdo, coloque o resto no frigorífico em recipiente fechado, até 1 dia. Ao abrir a lata, o alimento deixa de ser uma conserva.
  • Guarde as embalagens em local fresco e seco. A humidade pode corroer a embalagem e o calor altera as características gustativas.

Artigo completo em : http://diariodeumadietista.com/tudo-o-que-deve-saber-sobre-conservas-de-peixe/

 

22
Mar17

Férias...

Dy

 

Hoje começo o dia "nas nuvens" isto porque descobri um facto muitooo interessante sobre viagens!! :)

Quem já está a pensar nas tão esperadas férias de Verão? Eu estou.... Este ano apetece-me sair de Portugal..Os voos por vezes são um impedimento, pois encarecem demasiado as viagens..o que eu não sabia é que havia dias mais "em conta". Segundo um artigo do site "histórias com valor" os dias escolhidos para viajar pode ter implicações no valor dos bilhetes (facto que as companhias aéreas não têm grande interessa que se saiba :)). Os dias mais baratos para viajar de avião geralmente são terça-feira, quarta-feira e sábado. Os dias mais caros são às sextas-feiras e domingos.

Como conseguir bilhetes mais baratos:

- Os dias mais baratos para viajar de avião geralmente são terça-feira, quarta-feira e sábado. Os dias mais caros são às sextas-feiras e domingos.

-A forma de obter os voos mais baratos, seja para uma ou mais pessoas, é comprar um bilhete de cada vez e não todos juntos.

- O momento ideal para comprar bilhetes de avião:

De acordo com especialistas, o melhor momento para comprar um bilhete de avião é às 15:00. Nesse momento, pode encontrar as ofertas da companhia aérea e terá mais promoções à escolha

Nota

Lembre-se que ao comprar bilhetes aéreos deve comparar as diferentes ofertas, por que se os comprar no último momento, vai gastar muito mais do que o planeado.

 

21
Mar17

Edição limitada Zara!

Dy

A Zara está sempre a inovar. Adoro as roupas (por vezes acho que exageram nos preços) mas o estilo está sempre presente. Já ouviram falar da edição limitada? Uma linha estilo “bailarina gótica” segundo a Vogue?Os tons são maioritariamente pastel )beges e rosa pálido) mas também predomina o preto. Eu estou apaixonada por este vestido :)

 

Vejam mais fotos no artigo :) qual a vossa peça favorita?

http://www.vogue.pt/moda/noticias/detalhe/zara-apresenta-linha-de-edicao-limitada

21
Mar17

Dicas para perder gordura abdominal!

Dy

Os dias ensolarados começam a surgir e a preocupação com o corpo aumenta. Começamos a reparar nas pequenas gorduras que se acumularam, ao longo do ano, mas que parece que agora apareceram todas de uma vez. Há efetivamente um conforto e comodidade ao longo do ano (para muitas pessoas incluindo eu :)) e depois com a chegada do calor recorre-se a planos S.O.S, dietas milagrosas (que ou não resultam ou apenas duram uns dias e depois engordamos o triplo), enfim...milagres não existem e por este motivo tenho mudado a minha alimentação deixando de lado os planos S.O.S e recorrendo a boas práticas alimentares e um estilo de vida saudável.

Contudo há alturas em que, mesmo reduzindo as calorias aqui ou ali, mesmo ingerindo mais legumes, sinto o meu metabolismo estagnado e acumulo uns kilinhos...hoje enquanto lia as "frescas do dia", deparei-me com um artigo no blog da Teresa Guilherme, onde constavam 10 dicas para perder gordura abdominal...ora cá vão elas..

 

1- Procure deitar-se sempre à mesma hora e sempre antes da meia-noite.

 

Quando desregulamos o sono, predispomos o nosso sistema para ficar resistente à insulina, o que nos permite engordar. Também vemos as nossas hormonas de stress aumentadas se dormirmos mal. Estas hormonas aumentam o risco de armazenar gordura na zona da barriga. Se tem o hábito de se deitar muito tarde, comece gradualmente a deitar-se mais cedo. Dormir bem ajuda, e muito, a perder gordura abdominal.

 

2- Suprima o excesso de açúcar da alimentação

Evite refrigerantes, bolachas (mesmo as integrais ou diet), pastelaria doce ou salgada porque estes alimentos desregulam o metabolismo dos hidratos de carbono, provocando resistência à insulina. A resistência à insulina induz maior produção desta hormona pelo pâncreas, e é uma hormona de facilitação do armazenamento de gordura.Suprima o excesso de açúcar para perder gordura abdominal

3- Evite alimentos inflamatórios

Refiro-me aos derivados de cereais com glúten, como o trigo. Isto implica reduzir ou abolir o pão normal, as bolachas, a pastelaria…Cortar com eles ajuda e muito a perder gordura abdominal. No fundo, são muitos dos mesmos alimentos que contêm muitos hidratos de carbono e que também desregulam o metabolismo da insulina. O glúten altera negativamente a permeabilidade do intestino e por isso piora a nossa imunidade. Muitas pessoas, incluindo crianças, são hipersensíveis ao glúten e consomem-no continuadamente por falta de conhecimento dos sinais e sintomas que justificam a sua suspensão, mesmo não sendo doentes celíacas. O consumo continuado desta proteína aumenta a ocorrência de inflamação e desregulação imunitária. Existem outros, claro, como o açúcar, o álcool, a caseína, proteína presente nos lacticínios, que não devem fazer parte de uma alimentação diária. Se forem consumidos, que seja pontualmente.

 

4- Acrescente alimentos ricos em proteína e gordura saudável.

A proteína e a gordura que naturalmente existem no peixe selvagem, nos ovos de galinhas de solo e nas carnes de pasto, por exemplo, são altamente benéficas para a saúde humana, regulando a nossa saciedade e permitindo usar gordura como combustível. Para além destes alimentos, existem ainda outros, ricos em gordura saudável, que são bastante vantajosos: abacate e coco, por exemplo, tal como oleaginosas em pequena quantidade (castanhas do Pará, amêndoas, cajus, etc.)Alimentos ricos em proteína e gordura saudável ajudam a perder gordura abdominal

 

5- Acrescente alimentos anti-inflamatórios.

Para além dos famosos açafrão, gengibre e casca de limão, eu reforçaria os vegetais da família das brássicas, que incluem brócolos, rúcula, agrião, etc. Estes vegetais fazem parte da nossa cultura gastronómica, especialmente as couves, o agrião e as nabiças. Devemos escolher aqueles que não nos provocam inchaço abdominal.

 

6- Beba água pura

A água é absolutamente essencial para muitas funções metabólicas e, se quer perder a barriga, precisa que o seu metabolismo funcione em pleno. Além da água, beba também infusões anti-inflamatórias ao longo do dia, diminuindo a quantidade à medida que o dia passa para não perturbar o sono noturno com idas à casa de banho. As infusões com raiz de curcuma, gengibre e limão são excelentes opções.

 

7- Pratique exercícios regulares

O exercício físico ajuda perder gordura abdominal, todos sabemos. Escolha o tipo de exercício que mais lhe agrada e pratique de forma regular. Não precisa de ser exaustiva. Os exercícios respiratórios, por exemplo, ajudam a trabalhar os músculos abdominais de forma segura para a maior parte das pessoas, além de diminuírem os níveis de stress. O recurso a um bom profissional do exercício, que o auxilie na escolha dos exercícios, é o ideal.

 

8- Aprenda a controlar o stress no dia-a-dia

Estar em constante stress é altamente prejudicial para o organismo em geral, e em particular para a acumulação de gordura na zona abdominal, conforme atestam diversos estudos. É importante encontrar as suas próprias ferramentas para reduzir e controlar os níveis de stress, como os simples exercícios respiratórios ou a meditação.

 

9- Estabeleça ou reorganize as suas prioridades

Coloque a saúde e as boas relações humanas em primeiro lugar nas suas prioridades, e esta atitude consciente vai ajudar à tomada de boas decisões que afetam a sua qualidade de vida, saúde e boa forma.

 

10- Apanhe sol

O sol ajuda a perder gordura abdominal. Todos conhecemos os perigos do sol em excesso, mas o sol é fundamental para produzir vitamina D, essencial para diversas funções do organismo. Bastam 15 minutos por dia sem protetor solar. A vitamina D vitamina é antidepressiva, anti-inflamatória, anti-osteoporótica, anti-cancerígena, para além de anti-raquítica (dada aos bebés, à nascença, para prevenir raquitismo). Se não pode expor-se ao sol, tome um suplemento após consultar o seu médico e fazer a respetiva análise que lhe permite apurar os níveis de vitamina D no seu organismo

 

Este último é muitas vezes esquecido e é tão importante. Afinal o sol é o principal responsável pela produção de vitamina D, que além dos beneficios para a saúde física, ajuda bastante no nosso bem-estar interior e aumenta a nossa energia e auto-estima!

20
Mar17

Astral do dia....Primavera+Felicidade=dias mágicos!

Dy

Pois é o dia amanheceu tímido... o sol brilhava entre uma ou outra nuvem (pelo menos em Sintra), brindemos à Primavera. Uma estação que adoro. Adoro ouvir o canto dos pássaros o aroma que está presente, em todo o lado, não sei bem explicar ao que cheira, mas é assim um cheiro que me levanta o astral.

Hoje, convergindo com o primeiro dia da Primavera é também o dia internacional da felicidade! O que é a felicidade? Para mim a felicidade tem múltiplos significados e está presente desde a mais pequena coisa até aquilo que me supera e tem a capacidade de me fazer rir até doer a barriga. Até doer a barriga!!

A felicidade pura não se explica, vive-se e talvez por isso seja tão difícil de definir, materializar, idealizar. Adoro ser surpreendia e surpreender, alimento assim a minha felicidade e a de quem mais amo. Numa época capitalista em que, muitas vezes, a felicidade se resume a bens materiais, considero estes dias uma mais valia. Dias que servem para nos mostrar que a felicidade, o conceito, a essência,..existem e cabe-nos, a nós, mortais, tirar o melhor partido dela!!Afinal a vida são dois dias e amanhã pode ser tarde demais....

20
Mar17

Dia de cardio em jejum!

Dy

Hoje foi mais um dia de cardio em jejum seguido de pilates que tanto me tem apaixonado.

 

Depois de um dia do pai carregado de mimos e surpresas nada melhor que o desporto para me ajudar a voltar ao foco.

Mais alguém treina em jejum? Que exercícios costumam fazer? Eu opto sempre por caminhada rápida na passadeira, por cerca de 30 minutos, tenho sempre a minha garrafa de água para manter os níveis de hidratação e tomo um café antes do treino para me dar energia.

Sugestões para um estilo de vida saudável, que seja isso mesmo um estilo de vida e não apenas um período louco com a obsessão de perder peso num flash e caber num biquini reduzido?

Aprendi a gostar e a valorizar o meu corpo (claro que há sempre aspetos que não gosto mas fazem parte de mim).Não sou gorda, não sou esquelética, sou normal! Mas sou saudável :)

 

Bom inicio de semana!!

18
Mar17

Cup cakes saudáveis?É possível?:)

Dy

Quando a vontade de comer doces parece superior a qualquer coisa? Já vos aconteceu desejar tanto um doce como o maior dos vossos sonhos (exagero, mas é só para entrar no espírito da coisa). A mim este bicho aparece e muito. Mais vezes do que eu queria(principalmente em determinadas alturas do mês(maldita TPM )), mas sou humana logo é normal. 

Hoje a minha vida melhorou quando descobri esta receita de cupcake super fit e com alimentos do bem! A base tem uma combinação perfeita de manteiga de amendoim e flocos de aveia, o recheio é iogurte (vou usar qwark) e o top pode ser qualquer fruto. Acho que tenho planos para o fim de semana :) E...vai ser doce :)!

 

Espreitem a receita :) tirei da página perfeito

https://www.facebook.com/perfeito.guru/videos/602888889904651/?autoplay_reason=all_page_organic_allowed&video_container_type=0&video_creator_product_type=2&app_id=2392950137&live_video_guests=0

17
Mar17

Os bébés e a alimentação saudável!

Dy

A alimentação  saudável é uma preocupação constante nos dias de hoje, principalmente em relação aos bébes e crianças. Existe uma controvérsia relativamente a alimentos como o glúten e a lactose, e quando é que estes devem ser introduzidos na alimentação.

Existem médicos que partilham a ideia de que deve ser iniciada a alimentação com sopa e só depois com as papás, para que os bebés não se habituem ao açúcar  e aceitem maior facilidade todo tipo de alimentos(partilho da opinião)assim ingerem mais facilmente frutos e legumes contrariando a obesidade infantil e consequentemente adulta.

Eu sou uma leiga no assunto, uma vez que não tenho formação na área da nutrição, nem tão pouco em nutrição juvenil. Gosto de perceber como fomos educados a gostar dos alimentos e um dia que tenha filhos, acredito que vou assegurar-me de que darei os melhores alimentos para a saúde deles.

Este post serve para partilhar uma receita de bolachas (para bebés a partir dos 12 meses) , mas que pode ser também utilizada pelos adultos. A receita em questão é do blog pitada do pai, que sigo para ficar a par deste tipo de temas.

 

Bolachinhas de aveia, maçã e passas – a partir dos 12 meses

São super fáceis de fazer e basicamente só vai precisar de aveia e fruta. 

INGREDIENTES PARA 8 A 10 BOLACHINHAS

  • 2 bananas (maduras)
  • 1 maçã ralada
  • 2 chávenas aveia (mal cheias)
  • 1 mão cheia de passas de uva douradas (moles) ou 4 ameixas secas
  • raspa de laranja (opcional)
  • um fio azeite (para ligar)

Dica: Nós optamos por deixar cerca de 8 mins no forno, ficam com uma consistência mais mole, mas é a consistência perfeita (para nós, claro).

PASSOS

  1. Pré aqueça o forno a 180ºC.
  2. Comece por esmagar ou triturar a banana e a maçã.
  3. Adicione a aveia, as passas, o fio de azeite e a raspa de laranja. Mexa bem.
  4. Faça biscoitos (mais altos) ou bolachinhas (mais rasas), como preferir. Coloque sobre papel vegetal num tabuleiro e leve ao forno cerca de 8 a 10 mins, ou até atingir a consistência desejada.

 

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D